Volta a ousadia e alguns lançam os sapatos que chamam futuristas – Como Pucci acima.
2014 e 2015, os spikes tomaram tanto lugar que os hospitais reclamaram de tantas “costuras de tornozelos” – Bem comum ver mulheres elegantes andando de forma ridícula e de pernas abertas – É certo que as perolas parecem menos inofensivas, mas os pés, de fato ficarão distantes.

Prada apostou na bola na frente e veio o já conhecido salto carretel – de roupa nova

Lanvin vem  mais simples

Valentino nos parece suave, embora em estilo “medievo”

Proenza Schouler - certamente quem cria essas peças se certifica que não usará uma – essa fivela/argola, depois de 10 minutos nos pés e com pequeno andar, cortará a pele certamente – bonito é!

Loewe lembra o Lanvin – e parece que ajudará no andar – esse, é preciso experimentar para dizer…

Maison Margiela – Trás uma abordagem “excess” – Vale a pena ver o desfile

« »