Categoria: Comportamento


EM DEFESA DOS SALTOS DO GATINHA!

Nos anos 50, os saltos de gatinha (altura entre 1 e 2 polegadas – 2,5 a 5cm) eram vestuário de moda formal para jovens adolescentes, porque os saltos mais altos teriam sido considerados impróprios para meninas tão jovens em torno de 13 a 16 anos por causa das conotações sexuais e desconforto de caminhada. No entanto, no início dos anos 1960, eles se tornaram elegantes e foram amplamente aceitos entre várias celebridades, especialmente Audrey Hepburn.

Theresa May e Michelle Obama defendendo esta causa e marcas de calçado de alta moda como Valentino reinventaram o salto, não é nenhuma surpresa que os saltos de gatinho estão de volta!

Embora várias mulheres ainda preferem os estiletes, os saltos de gatinho agora ganharam ampla aceitação como um calçado de moda e não apenas criado para o conforto.
A coisa boa é que há tantas opções nestes dias que o medo de ser “datado” virou fashion e descontraído o ar de velho foi apagado pelas várias opções de moda disponíveis.

sapato certo para tornozelo fino

Oi pessoal, principalmente as Divas. Algumas semanas atrás nós começamos uma série sobre o estilo de sapato, as mulheres com pernas mais grossas, mais curtas devem escolher seus sapatos, dependendo da forma de sua perna. Hoje eu vou passar para as mulheres com tornozelos magros e eu falo sobre aqueles com pernas longas e curtas, como quase sempre sofrem do mesmo problema – TORNOZELOS FINOS.

SANDÁLIAS com pulseira de tornozelos


Torná-las suas amigos de closet, elas são muito versáteis e assim você pode usá-las com absolutamente qualquer roupa. Porque envolvem em torno de seus tornozelos e assim tendem a adicionar algum volume às pernas e lhes dão mais definição.

Os não
Plataformas, cunhas e sapatos volumosos
Eles são tão bonitos, sim, eu sei, mas eles não foram feitos para tornozelos magros. Eles fazem você parecer que os sapatos estão usando você como eles são pesados na parte inferior.

Elas têm um efeito “engorda” em seus tornozelos e chamam a atenção para seus pés.

Os não – NUNCA USAR – Plataformas e sapatos volumosos.


Eles são tão bonitos, sim, eu sei, mas eles não foram feitos para tornozelos magros. Eles fazem você parecer que os sapatos estão usando você como eles são pesados na parte inferior. E você fica com jeito de boneca quebrável… Completamente deselegante. EVITE AO MÁXIMO!

Se você tem que usar ALTOS E COM MAIS CONFORTO, estes abaixo seria mais “possíveis”. Eles não têm plataformas na frente elevando assim apenas os seus calcanhares e dando definição muscular para suas panturrilhas.

2016 com construções absurdas

Volta a ousadia e alguns lançam os sapatos que chamam futuristas – Como Pucci acima.
2014 e 2015, os spikes tomaram tanto lugar que os hospitais reclamaram de tantas “costuras de tornozelos” – Bem comum ver mulheres elegantes andando de forma ridícula e de pernas abertas – É certo que as perolas parecem menos inofensivas, mas os pés, de fato ficarão distantes.

Prada apostou na bola na frente e veio o já conhecido salto carretel – de roupa nova

Lanvin vem  mais simples

Valentino nos parece suave, embora em estilo “medievo”

Proenza Schouler - certamente quem cria essas peças se certifica que não usará uma – essa fivela/argola, depois de 10 minutos nos pés e com pequeno andar, cortará a pele certamente – bonito é!

Loewe lembra o Lanvin – e parece que ajudará no andar – esse, é preciso experimentar para dizer…

Maison Margiela – Trás uma abordagem “excess” – Vale a pena ver o desfile

Os sapatos de Natal

No Natal, os Americanos (EUA) se fantasiam, literalmente, então, os sapatos fazem parte desta idéia, mas no mundo todo, existe uma tendência para o vermelho, principalmente na Europa… com ou sem acessórios dourados …

E alguns que apenas utilizam o vermelho como tema

pinheiros da moda

A moda tem coisas que deixam até as árvores datadas… Nem as tradições resistem a moda…. Uma linha com flores é bem aceita nestes tempos..

Qual é o sapato neutro?

O tal vestidinho “sequinho preto” ser um básico de moda é fato!!!
Com ele você pode ir a qualquer evento – desde um simples até um mais sofisticado – dependerá de como arrumará seu cabelo, sua maquiagem e os acessórios, incluindo o sapato. Com o “pretinho básico”,  pode ser usado sim com um sapato preto…. Ou não!!!

Mas dai o sapato preto ser o que combina com tudo é uma inverdade completa – sapato preto só pode ser usado com roupa preta ou tons escuros – Cor combina com cor, ou então, com o BÁSICO DE VERDADE – o cor da pele - Nude, Beije, chocolate (para peles chocolate)… Enfim, da cor da pele é básico e combina com tudo mesmo!!!



Em algumas circunstâncias, o sapato bicolor com nude cria um charme extraordinário e fica muito chic…

Qual a cor certa do sapato de noiva?

Branco!!
Sim, branco mas pode também ser outra cor… Pode ser rosa claro, bege e até colorido…

Mas lembre, se quiser um “sapatão” – poderoso, grande, pesado… certifique-se que não haverá dança em seu casamento, ou adquira um para uma parte do evento e outro para outra… Nada contra chinelinhos de final de festa… nem sapatilhas, mas noiva arrastando o vestido – É feio e deselegante!!!


As tirinhas sensuais e sempre na moda

Sandálias abertas pedem pés bonitos, mas estão sempre na moda… Se você tiver pés que possam calçá-las é claro

Sandálias brancas com unhas vermelhas, com unhas francesas… Muitas tirinhas, salto fino….

Sandálias vermelhas com unhas vermelhas, com unhas francesas… Muitas tirinhas, salto fino….

Sandálias brancas com unhas Brancas!!! Na verdade não é a cor das unhas mas sim a beleza dos pés e é claro da sandália com poucas ou muitas tirinhas, salto fino….

sapatos de pérolas nada singelos

Quando se fala em pérolas, lembramos do romantismo, da sutileza, da suavidade…

Mas quando se fala em sapatos de pérolas, acabamos batendo em algo com bastante exagero.



sapatos de dança

Quem tem mais de 50 anos ou…
Costuma viajar a Buenos Aires e/ou Paris, já viu mulheres incríveis dançando e viram seus sapatos de dança, já devem ter comprado um,  se é que gosta de dançar e ter o prazer da dança.

Um sapato de dança precisa ser firme e ter a parte de trás forte com uma pulseirinha no tornozelo, sendo aberto nos dois lados do pé, para dar a flexibilidade e a mobilidade nos passos da dança.